terça-feira, novembro 29, 2005

MEMÓRIAS

Por aqui passei muito tempo
Entre jovens que se entendem
Onde o saber nunca acaba
Ala de Amizade tremenda.

Neste lugar não foi eu
Mas sim, a outra metade
No procurar o saber o sabe
Verões infindos passados.

Quantas idas e voltas
Percorri o mesmo traçado
Para te buscar meu Amor
E ter-te sempre a meu lado.

Nos Brasis da imensidão
Tudo o que vivi e senti
Guardou-se incólume e são
Nada perdi entre a multidão.

Deste Aquário que sou
Do Touro que tenho no coração
Amor da alma não da ilusão
Amor inebriado tão.

Mateus Gouveia
29/11/05

18 Comments:

Blogger Manu said...

É sempre prazer ler o que escreves!
A@+

terça-feira, novembro 29, 2005 8:50:00 da tarde  
Blogger Thiago Forrest Gump said...

Bem escrito! :D


Prabéns.

quarta-feira, novembro 30, 2005 4:06:00 da manhã  
Anonymous soslayo said...

O Cara Thiago,
Conheço São Paulo. Linda Cidade desde o Horto Florestal ao ABC Paulista. Obrigado pelo comentário. E põe direitinho o teu URL porque quero ver o teu blog. Um abraço.

quarta-feira, novembro 30, 2005 9:45:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

"Saudade é passado. Passado ás vezes trás dor e por isso não faz sentido. O futuro trás medos. Por isso só importa viver o agora, sem pensamentos, sem passado ou futuro. Se nos valorizarmos e ao nosso presente certamente que no futuro não iremos sentir saudades da nossa vida de sofrimento" anjoedemonio.

quarta-feira, novembro 30, 2005 9:49:00 da manhã  
Blogger soslayo said...

anjoedemonio, registos da memória são recordações belas. Tomára todos nós registarmos o que de bom aconteceu. E porque não as más também. São tudo memórias! Já agora, é toda uma vida que fica registada. Um abraço. Não sei é como concilias o Anjo e o Demónio. eheheheh. Mas aceito a tua opinião. Fica bem.

quarta-feira, novembro 30, 2005 10:15:00 da manhã  
Blogger JLB said...

Obrigado Soslayo - Thank you for visiting Arboreality. :) -jlb

quarta-feira, novembro 30, 2005 5:40:00 da tarde  
Anonymous Cláudia said...

Há momentos que perduram... Beijos

quarta-feira, novembro 30, 2005 9:03:00 da tarde  
Anonymous Pozinhos de Perlimpimpim said...

De memórias se constrói uma vida...Beijos Mágicos

quarta-feira, novembro 30, 2005 11:45:00 da tarde  
Anonymous A Papoila said...

Que fariamos nós de nós, sem as nossas memórias? Beijo

quarta-feira, novembro 30, 2005 11:57:00 da tarde  
Blogger Luís Monteiro da Cunha said...

Um aquário...
Um touro....
Hummmm...
Ou são marradinhas
ou afoganço. lol

É... saudades né....

Belos tempos, até o templo fluía mais devagar, tinhamos tepo para tudo, até para namorar.
Agora é o corre corre da modernidade imperiosa...

Abraço

quinta-feira, dezembro 01, 2005 2:08:00 da manhã  
Blogger Andrea said...

Olá Soslayo,
Lembranças que guardamos no nosso coração... Saudades... Sentimentos que não são apagados nem esquecidos, achei muito legal o post.
Também achei legal você ser Portugal!!!
Eu to fazendo o host de uma mp3 agora para meu novo post, “Spinning Leaf” do Jacobs Dream depois você confere lá... Não sei se você conhece ou se curte mais o som deles é bom d+!
Bjinhos e até logo mais...
Andréa

quinta-feira, dezembro 01, 2005 12:53:00 da tarde  
Anonymous Maria do Céu Costa said...

"In mente", estes momentos para sempre. Beijinhos.

quinta-feira, dezembro 01, 2005 2:16:00 da tarde  
Anonymous maria said...

ola
antes demais quero agradecer-te a visita no meu blog, tens razao no que falas em relação aos amigos, mas eu tambem tenho a minha razao pois falo de "amigos" que eu pensei ser amigos e num dos momentos mais dificeis da minha vida nem telefonam para saber como estou...mas bigada na mesma pelas tuas palavras um jinho muito grande

quinta-feira, dezembro 01, 2005 7:37:00 da tarde  
Anonymous castor said...

Tu estás é com saudades do tempo em que eras mais novo, do tempo em que te enfrascavas, olhavas para as miúdas, copiavas nos testes, não usavas relógio...pois, pois...ehe, ehe, ehe...abraço! (Olha,já nem sei como vim parar aqui, mas vim, pronto)

quinta-feira, dezembro 01, 2005 10:52:00 da tarde  
Anonymous oCastor said...

Ó...então não deixei o meu link ou é isto que não está para aqui virado? Vou "ler" outra vez...se não der, o link para o caso de te apetecer dar uma volta é: http://diquedocastor.blogs.sapo.pt

quinta-feira, dezembro 01, 2005 10:56:00 da tarde  
Blogger JSilvio said...

;)
bom feriado ;=)

quinta-feira, dezembro 01, 2005 11:05:00 da tarde  
Anonymous CASTOR said...

Pois que aqui estou, pois que para te dizer que pois agora já podes pois que retirar o DIVINO SELO pois que do meu Dique, pois que terá que ser à minha maneira (pois que inteligente... ehe,ehe,ehe...). Rôda-se no bicho que é complicado!... Assim não dá rendimento!... Obrigado por me teres linkado. A resposta segue dentro de momentos, ok? UGA!

sexta-feira, dezembro 02, 2005 2:31:00 da manhã  
Anonymous ana said...

Gosto sempre de ler os teus poemas! É bom guardar recordações daquilo que vivemos e lembra-las sempre com carinho. Beijinhos

sábado, dezembro 03, 2005 2:53:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home





contador