quarta-feira, março 29, 2006

Obrigado, José António Gonçalves

Um ano chega para perceber que o espaço e o tempo nada podem contra a força vulcânica da tua Alma, poeta Amigo.
Por muito funda que seja a cova fria, dela sairão sempre, qual lava incandescente, poemas quentes que marcam a prosa com que perfumavas a tertúlia.
Que estranhos são os sons da cidade a que faltam os calorosos risos que arrancavas das pedras da calçada.
Um ano terias acrescentado aos 50 em que deste sempre mais do que recebeste.
Mesmo ausente foste apedrejado, mas também agraciado. Chamam-te agora comendador, da Ordem do Infante, pelo mérito cultural e não só.
Um ano já lá vai, de encontros e desencontros, de sentimentos ora despertos, ora adormecidos mas sempre fervilhando, qual sono de cão.
A lágrima já há muito deu lugar à surda alegria da amizade partilhada que se alcança para lá da linha do horizonte.
Obrigado por continuares a ensinar-nos como se deve construir a casa:

«Espalha sorrisos e perfume de flores
nos lugares em que tocares ao de leve
com o brilho dos olhos» – JAG – “A construção da casa”, inédito, 27.06.2004.

Castanheira Barros – aqui

HORÁCIO BENTO DE GOUVEIA
JOSÉ ANTÓNIO DE FREITAS GONÇALVES – Para sempre presente!
In “Jornal da Madeira” – aqui

A minha singela homenagem há um ano atrás:


Surdescente Silêncio

29 de Março
Assinala
o
Voo nocturno
Do Pássaro!

Fala Amiga
Diz
de tua
Partida

Olhe em redor
E a noite
Enlutada, dá
Testemunho
Dessa
Cruzada

Noctívago
foi
Ofuscado
Pela luz
Incandescente
Do luar amarelado

Não há Pássaros
No ar
Só o vazio
A respirar
Sem chilrear

E agora? Nem
A calçada
Por ti pisada,
Desta cidade
Diz nada…

Fala
Da tua obra
Para o sempre
Ousada!

Em homenagem ao Poeta José António Gonçalves
Mateus Gouveia

14 Comments:

Blogger pisconight said...

Linda homenagem soslayo, muito linda mesmo!!
;)

quarta-feira, março 29, 2006 7:39:00 da tarde  
Blogger JSilvio said...

ele deev estar contente ao ver esta homenagem ;)

Um abraço

quarta-feira, março 29, 2006 8:04:00 da tarde  
Blogger Cláudia said...

Certamente os amigos são aqueles que mesmo quando mortos são relembrados... bela homenagem Soslayo, lindo poema...

quarta-feira, março 29, 2006 8:50:00 da tarde  
Blogger soslayo said...

Pisconight, maxikeiro e Cláudia, segundo o filho dele uma hora antes da hora fatal, o poeta ouviu o vinil e, sobremaneira esta faixa que tenho a reproduzir no meu midi «Pink Floyd - Dark Side Of The Moon». Obrigado pelas vossas palavras.

quarta-feira, março 29, 2006 9:16:00 da tarde  
Anonymous ana s said...

Como sempre mais uma bela homenagem a quem merece. Adorei o poema! beijinhos

quarta-feira, março 29, 2006 11:13:00 da tarde  
Blogger Fátima Silva said...

É um momento só teu, mas quiseste partilhá-lo para que o teu amigo connosco fosse recordado. ´
Uma homenagem que ainda possui uma carga de tristeza e amargura muito fortes.
Resta-me, amigo, Solidarizar-me contigo por essa perda.
Um abraço

quinta-feira, março 30, 2006 1:23:00 da manhã  
Blogger Nanda said...

SOSLAYO, ontem pela hora de almoço vi no DN que fazia um ano que o Teu Amigo tinha partido para se encontrar com o "Nosso" Professor.
Pensei que deverias ter escrito aqui alguma coisa, hoje ao entrar aqui, confirmo que voltas-te a homenageá-lo.
Sei que os Amigos estão todos os dias presentes, mas em dias como o de ontem acabamos por voltar a fazer um "balanço", a lembrar dos bons momentos que partilhamos, da "obra" que deixaram, dos sorrisos, ...
Tu és um bom amigo, e o Poeta está contente por ter passado pela tua vida.
Um beijinho

quinta-feira, março 30, 2006 10:05:00 da manhã  
Blogger MDeus said...

Lindo poema, bonita homenagem a um amigo.
Beijinhos.

quinta-feira, março 30, 2006 4:28:00 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Uma linda homenagem
Deixo um beijo com sabor a chocolate
BShell

quinta-feira, março 30, 2006 8:44:00 da tarde  
Blogger Saramar said...

Soslayo, maravilhosa homenagem.
Admiro su sensibilidade e me sinto privilegiada por conhecê-lo, principalmente porque hoje, as amizades raramente são assim reverenciadas.

Beijos

sexta-feira, março 31, 2006 6:40:00 da manhã  
Anonymous Magia said...

Soslayo, deixo-te um beijo doce e um sorriso de admiração...;) Sabes do que falo!

Bom fim de semana

sexta-feira, março 31, 2006 12:36:00 da tarde  
Blogger Thiago Forrest Gump said...

Soslayo, ainda viro poeta e recebo uma destas? :)


Ótimo fim de semana!

sexta-feira, março 31, 2006 6:34:00 da tarde  
Anonymous Ana Luar said...

Os amigos são eternos...como eterna será a saudade que ele te deixa. Esta é uma bela maneira de homenagear uma pessoa que te foi querida...assim deixo-te o meu beijo mais terno, e um bem haja para o teu amigo onde quer que ele me esteja a ler-me.

sexta-feira, março 31, 2006 8:32:00 da tarde  
Blogger Desambientado said...

Amigo.

Faz tempo que não passo por aqui.
Vejo que tens tido perdas complicadas.
Deixo-te um abraço, na esperança de que possas servir para fortalecer um pouco.

domingo, abril 02, 2006 10:01:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home





contador