quarta-feira, maio 03, 2006

FOME-OBESA

Que diferença existe entre a obesidade de uns e a fome de outros!? Entre um corpo esbelto e outro demasiadamente alimentado!? O que leva uma pessoa querer ser esbelta e outra, nem por isso, tudo o que lhe apetece comer come e sem olhar à quantidade e qualidade do que come… Enquanto uma prime pela elegância e cinturinha a condizer com as respectivas medidas de manequim, a outra, só sabe que se sente bem e, pouco mais importa a fome dos outros!!! Uma gasta balúrdios em produtos cosméticos para todas as partes do corpo. A outra, já que não gasta em cosméticos, come porque gosta e que se lixe quem não tem que comer, para isso, é que nasci americana. Isto, chama-se egoísmo humano! Perante os que sofrem, de fome, de frio, de sede, de saúde, de higiene, de casa, de escola e dos bens mais elementares, que servem de base para a sobrevivência humana.
Assim, e na continuidade do que várias organizações de ajuda social irão fazer nos próximos dias 6 e 7 de Maio por todo o País e, sobretudo em supermercados, pense e reflicta em contribuir com o pouco que puder dispensar. Não faça como as figuras de cima exagerando nos gastos em cosméticos e fast-food e tire destes dois cabazes de supérfluos, um quinhão para quem mais precisa e, sinta-se mais tranquilo com a sua consciência!

Ouçamos a mensagem do Bono dos U2, aqui em baixo no vídeo. Mas, para não incomodar desligue o mini player!


28 Comments:

Blogger A Cor do Mar said...

ah!! ja nao percebo nada, mas entao dantes nao diziam que gordura era formosura??... beijoca ;);)***

quarta-feira, maio 03, 2006 2:24:00 da manhã  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Primeiro de tudo, obrigada pelo prazer de assistir a vídio... Ótimo!!!

Quanto a gosdura x magreza, penso mesmo que nem tão à terra, nem tanto à lua... Para mim e pelo que conheço de lá, os americanos comem mal, mas muito mais por uma questão cultural. Além de não possuirem a tradição da boa mesa, essa não faz parte dos rituais normais de convívio entre os familiares, coisa bem mais comum entre as famílias européias e ou de origem européia, como no Brasil, onde comer, ainda faz parte do prazer à mesa e dos bons relacionamentos. No entanto, tal hábito não significa absolutamente qualidade e saúde. Há estatísticas que provam que o Brasil está "engordando" e isso graças ao estilo alimentar que vem sendo adotado, de consumo de produtos industrializados, vendidos em lojas de refeições do tipo americanas.

Para mim, fora o fator saúde, não percebo a elegância apenas nas formas físicas. Ela está embutida muito mais no comportamento e estilo adotados, nos gestos, no modo de pensar e agir, do que propriamente no peso e tanto, que se fosse desse modo, todos os magros seriam elegantes e comprovadamente não é isso o que ocorre. Conheço pessoas com sobre peso e até obesas, que são muitíssimo elegantes. Elegância está diretamente ligada à questão de estilo, de conhecimento de si mesmo, de particularida na identidade e isso não se compra em lojas. Ou a pessoa tem, ou precisará adquirir e para isso, faz-se necessário tempo e muitas outras coisas...

Quanto ao fato da pouca sensibilidade para a fome mundial, de fato também concordo com Bono, que trata-se apenas de uma questão de determinação mundial, mas exatamente por essa razão, é que não é interessante que ela se acabe. Enquanto houver o pobre, haverá o rico e quanto maior for a pobreza, maior será o lucro...

Jamais seremos capazes de alcançar tal equilíbrio, por fazermos parte do topo da 'cadeia alimentar' e portanto, DEShumanos...

Para mim, já não sonho com essa utopia das igualdades. Me bastava apenas mais humanidade. Me bastava que aos pobres, fosse dado o direito de conquista. Que o míninmo, fosse obrigatório. Que se, não havendo o equilíbrio no poder de aquisição, que ao menos lhes fosse dado o poder de barganha; de justiça; de conquista; de alimento básico, visando a saúde física, emocional, financeira... Na condição de pobreza absoluta, o mínimo é de fato muito e suficientemete capaz de gerar mudanças substanciais no comportamento e na auto estima.

Bastava isso.

Há os que por alguma força estranha, vencem a dura luta, mas saem com marcas da ferida e por alguma razão qualquer, tal marca serve como troféu, na maioria das vezes. Há um orgulho em poder dizer que a vida melhorada, foi alcaçada através do próprio esforço.

A pobreza, alé de todos os conhecidos danos que causa ao meio - planeta - de modo geral, gera em primeiro lugar, a violência e depois a apatia e por fim o conformismo. Essas tres coisas juntas, levam o povo à desgraça. Poranto, a humanidade caminha pelas trilhas da desgraça, gerada por suas próprias mãos e produzida por seu próprio esforço. Resta-nos saber se o resultado de tal destino, recairá no fosso abissal do desgosto irreversível, gerado pela falta de atitudes corretas... Pela falta do ATO, de fato!!!

E quanto as idas ao espaço, convenhamos... Vamos realmente colocar nossos pés no chão... Há tudo por fazer aqui enquanto pensam em desarrumar além de nossos próprios limites.
Escrevi um comentário dias desses, sobre a ida do brasileiro as espaço e transcrevo logo aqui abaixo...

Beijos de bom dia e obrigada pelo belo post!!!

ò,ó

*****************************

Caro amigo ...

Achei o texto muito próprio e não aprovei em nada o senhor Pontes ter feito essa tal viagenzinha de cunho pessoal, especialmente gastando essa enormidade dos cofres públicos (10 milhões de dólares!!!), no espaço e para onde não poderíamos jamais ter ido, se temos aqui, sérios problemas a serem resolvidos. Ter homem brasileiro no espaço, é mais ou menos como termos aqui as usinas nucleares. Não temos história de uma e nem da outra coisa e ao ter ido plantar feijõeszinhos no espaço, vestido de chapéu do aviador, devia mesmo é ter colocado a enchada nas costas e ter ido ver de perto o que é plantar feijão com a força da gravidade e o sol estatelando as idéias no agreste do sertão... Debaixo da solidão e das incertezas de um país que sofre pela impunidade e pelo descaso com as prioridades e respeito ao seu povo. Sinceramente, é por coisas dessas e pela ignorância do brasileiro, que o governo está onde está. Ninguém fala mal de atos como esse e se colocam a elogiar sem reparar que tais gastos saem de seus próprios bolsos!!! Onde já se viu dar um passeio a um homem, sem um projeto em andamento, feito uma coisa solta e só para ver a bandeira brasileira tremulando lá no alto??? A esse custo, pro tal homem se sentir realizado??? Bastava ter mandado a bandeira... Sozinha... Teria saído bem mais barato!!! E tantos aqui morrendo de fome, de peste, de tristeza, de desgosto, de desordem, de violência...

Absurdo é a palavra!!!

Impotência é o sentimento!!!

Beijos,

quarta-feira, maio 03, 2006 12:07:00 da tarde  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

VIDEO!!!

Esse é o preço que pago por não revisar o que leio e portanto, descarte por favor os erros, pois não adiantará mais corrigir algo que já fiz e enviei!!!

Sei escrever...
O problema esta na preguiça que sinto de ler o que escrevo!!!

Beijos de bo dia!!!

ò,ó

quarta-feira, maio 03, 2006 12:10:00 da tarde  
Anonymous soslayo said...

Lâmina d'Água:

Se bem reparares na posta eu não falo de beleza corporal entre uma e outra personagem da foto. O que eu deixo subtender é o egoísmo atroz que campeia tanto numa quanto noutra. Por isso, não estou a estabelecer padrões subjectivos de beleza! Porque a beleza não existe só por fora mas, sobretudo por dentro, no conteúdo! E, é a esse conteúdo que eu quero chegar, no fundo, não discordas de mim, penso eu!? Também já não tenho utopias quanto às igualdades, penso até mesmo que se o Mundo continuar como tem sido até aqui, vão-se agravar este tipo de problemas. Como tu bem dizes, minha amiga, não convém termos populações esclarecidas dos seus deveres e direitos, pois assim, é um forma de se continuar a manter os lucros. Hoje em dia em pouquissímos países do mundo temos ditaduras de estado e/ou políticas mas, o que não há dúvidas, que temos a ditadura do financeiro e do económico. Agora uma coisa é certa, não devemos baixar os braços, senão íamos cair no conformismo de que falas! Um beijinho.

quarta-feira, maio 03, 2006 4:12:00 da tarde  
Blogger Pérola said...

Todos estão esclarecidos mas poucos fazem algo para contrariar esta caminhada insana para o aumento das desigualdades entre os Povos - os pobres estão cada vez mais pobres e os ricos cada vez esbanjam mais. O que dói mais é ver as crianças a morrer de fome. Claro que vamos ajudar, faz bem ao ego das pessoas, mesmo sabendo que a fome vai continuar, ficam de consciência tranquila.
Bela abordagem.

quarta-feira, maio 03, 2006 6:23:00 da tarde  
Blogger Papoila said...

Soslayo, obrigada pelo video com a magnífica mensagem do Bono. Que falha a esta espécie humana para que essa determinação em acabar com as mortes de crianças por fome, por carência de vacinas, não se concretize. Que espécie somos nós? Fundamental é nos próximos dis 6 e 7 no supermercado ali ao lado deixar um dos produtos que fazem realmente a diferença. É bom receber as tuas visitas. Beijo

quarta-feira, maio 03, 2006 7:33:00 da tarde  
Blogger JSilvio said...

Tenho Orgulho em ser Europeu.....eheh :P

um abraço

quarta-feira, maio 03, 2006 8:36:00 da tarde  
Blogger Santa said...

Soslayo querido,
Foram 40 dias de férias. E o meu blog continua vivo. Incrível! Sou muito grata a vocês.
Bjs

quarta-feira, maio 03, 2006 8:49:00 da tarde  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Que lindo!!!

Tu cosertou minhas letrinhas...
E ainda me deu o caminho para tua janelinha...

Obrigada!!!
Fiquei feliz!!!

Beijinhos da Cris!!!

ò,ó

quarta-feira, maio 03, 2006 10:20:00 da tarde  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

E tem ainda um pouco mais:


Eu sei bem do qe falas e só me coloquei a falar das formas, para deixar claro minha linha de pensamento a respeito do que penso dos conteúdos...

Sei também do que falas quando te referes aos desequilíbrios e concordo plenamente contigo. No entanto, quem se senta a comer desmedidamente e só pensa em saciar as paredes estomacais, me perece que não é mesmo alguém que se preocuparia com a fome indigente que assola a humanidade.

Resta apenas contar que comer demais, envelhece e precocemente!!!

Talvez esteja aí a solução contra a fome no mundo!!!

Beijos de boa noite e de obrigada por teres ido lá consertar os meus caminhos!!!
ò,ó

quarta-feira, maio 03, 2006 10:27:00 da tarde  
Anonymous soslayo said...

Olha minha Amiga Lâmina d'Água com esta frase que escreveste agora, está mesmo a chave da solução e é efectivamente o âmago da questão! a saber; "Resta apenas contar que comer demais, envelhece e precocemente!!! Talvez esteja aí a solução contra a fome no mundo!!!". Quanto ao alinhavar as letrinhas, tu tinhas-me pedido algures já não sei se via e-mail ou no MSN.
Um beijinho Cris.

quarta-feira, maio 03, 2006 11:36:00 da tarde  
Anonymous ilhas said...

Para mim a gordura ainda é formosura!
Obrigado por teres adicionado o meu pobre blog aos teus links. vou retribuir imediatamente. Ah obrigado pela tua visita, voltarei!
mandei uma ideia para a composição do selo final sobre a amazonia estou à espera de resposta da fatima!

quarta-feira, maio 03, 2006 11:39:00 da tarde  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Sim... Eu pedi... Mas isso não implica que eu não te agradeça poor teres feito o serviço...

E é mesmo verdadeira a tese de que comer excessivamente, envelhece precocemente. Quem come menos,tem aparência bem mais jovial.

Isso dá uma boa campaha, né???

Beijos!!!

quinta-feira, maio 04, 2006 12:18:00 da manhã  
Anonymous Insolente said...

é so para deixar claro á malta e tal que oprazerdainsolencia tá vivo se bem que com alguma comixão no mindinho do pé esquerdo... mas pronto tá vivo... sem mais assunto, ora entao um grande bem haja

quinta-feira, maio 04, 2006 12:40:00 da manhã  
Anonymous soslayo said...

Insolente:

As férias foram grandes, pá! Eu disse pá!? carago. Sê bem vindo! mas olha, se vens com uma comixãozinha no mindinho do pé esquerdo, te cuida rapaz, isso pode ser "Pé do Atleta" e ainda por cima contagia. Um abraço.

quinta-feira, maio 04, 2006 1:02:00 da manhã  
Anonymous ana s said...

Tudo o que é demais faz mal: a gordura ou a magreza são prejudiciais á saude. O que é preciso é achar um ponto de equilibrio entre uma coisa e outra.
Quanto ás campanhas de luta contra a fome, acho que deviam acontecer mais vezes porque não é só no natal e na pascoa que a fome existe. Beijinhos

quinta-feira, maio 04, 2006 1:00:00 da tarde  
Blogger aprendiz de viajante said...

Adorei esta tua abordagem a este desafio! Parabéns.

Aliás gosto muito deste teu espaço.
Um abraço e fica bem.

quinta-feira, maio 04, 2006 7:23:00 da tarde  
Anonymous R.M said...

Infelizmente, nenhum desses extremos é bom!
Boa ideia para este post!
Parabéns!

quinta-feira, maio 04, 2006 11:10:00 da tarde  
Blogger Desambientado said...

Olá Soslayo.

É só para te dizer que aceitei o desafio e vou postar ainda hoje.
Continuo sem computador, por isso ando ao relantie, utilizando o de um colega.

sexta-feira, maio 05, 2006 10:13:00 da manhã  
Anonymous Magia said...

Olá soslayo tenho passado por aqui, mas não tenho deixado o meu rasto de Magia...vim deixar-te um beijo e dizer-te que admiro esta tua garra...faz-me muito bem passar por aqui, a forma clara como escreves, faz-me por vezes ficar por aqui a reflectir, e a sair sem palavras...
O teu blog faz a diferença na esfera de blogs que visito...Bom, agora vou fazer umas magias...
Beijinhos de...
Magia

sexta-feira, maio 05, 2006 11:45:00 da manhã  
Anonymous joka said...

Creio que o diagnóstico do deste mal que enferma o mundo, está mais que feito. Todos sabemos que após o diagnóstico vem o remédio para a cura. A pergunta que aqui deixo é:- Então de que se está a espera? Porque teimam os que detêm o poder de entregar a "vacina" que vai curar a doença? Que responda quem souber. Eu apenas suspeito do porque. Agora meu amigo se meter com a senhora gorda porque come muito? Um abraço e bom final de semana.

sábado, maio 06, 2006 1:33:00 da manhã  
Blogger soslayo said...

Óh amigo Joka:
Tinhas que fechar com "chave d'Ouro" esta série de comentários, me acusando, que eu me estou a meter com a senhora gorda, nada disso! Eu quero mais é que ela coma àvontade e ainda dobre aquele volume, se for esse o seu desejo... O que eu digo, volte a referir: aquilo está no sentido figurado, ou seja, o que não se deve fazer para melhor repartir e pensar um pouco mais nos outros! Hoje e amanhã, em vez de ir tomar café nas esplanadas cá do burgo vou aos supermercados ver a adesão das pessoas a este tipo de iniciativas e das organizações envolvidas! Um abraço e um bom fim de semana também para ti.

sábado, maio 06, 2006 1:24:00 da tarde  
Blogger Santa said...

Meu querido, estou com dificuldades técnicas para entrar em seu blog...Demorei muito para completar agora.

Beijos aqui do Brasil.

sábado, maio 06, 2006 5:33:00 da tarde  
Blogger Thiago Forrest Gump said...

Já tinha visto a imagem. Retrata bem a incoerência da humanidade.



Bom fim de semana

sábado, maio 06, 2006 5:42:00 da tarde  
Anonymous micas said...

pois e essas pessoas nao sao muito diferentes ate tem mais em comum do que pensao poir gastar balurdios de dinheiro em coisas que nao sao necessarias em vez de investir em causas nobres.... parabens pelo texto!!

sábado, maio 06, 2006 8:28:00 da tarde  
Blogger MDeus said...

Venho atrasada, o tempo tem sido pouco, estamos na recta final da Lenda de modo que agora todo o tempo faz falta.
Soslayo mais uma excelente iniciativa contra as injustiças, meu amigo, um bom domingo para ti.

Beijinhos!!!

domingo, maio 07, 2006 12:05:00 da tarde  
Anonymous EsKape said...

Olá Soslayo
Eu prefiro um corpo esbelto e até julgo que as pessoas que transportam corpos obesos até gostavam de ter corpos mais esbeltos.


Já conhecia a música, mas não a tradução.
Tá espectacular

EsKApe

quinta-feira, maio 11, 2006 2:00:00 da tarde  
Blogger Flávia said...

Engraçado das fotos é o seguinte como uma se exibe, numa postura narcisista e a outra praticamente "abraça" o prato de comida.
Valores todos tortos.
Beijos

domingo, maio 14, 2006 5:33:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home





contador