terça-feira, maio 01, 2007

DIA DO TRABALHADOR

O QUADRO DOS TRABALHADORES PORTUGUESES

O 1.º de Maio está consagrado mundialmente como o dia do trabalhador. Assim, neste dia do trabalhador português que este ano se apresenta como o mais negro desde a Revolução de Abril 1974 a exemplo disso mesmo, achei interessante estes outdoor’s que fazem parte da campanha eleitoral que decorre presentemente na Madeira. Nada mais ilustrativo que estas frases contidas nestes cartazes! Como refere, a proveniência desses dados estatísticos são da responsabilidade da Comissão Europeia portanto, longe das suspeições habituais de manipulação a que são férteis os organismos nacionais de estatísticas e do Banco de Portugal.
Que futuro espera o cidadão português depois de ter sido usurpado em todas as suas conquistas pós Abril? O Governo Sócrates depois de tomar posse começou a disparar a torto e a direito contra os direitos adquiridos pelos portugueses ao longo destes 33 anos, dando o dito por não dito e, começando a legislar exactamente contra tudo aquilo que prometeu! Portanto um mentiroso. Aumentou todos os impostos para a taxa máxima. Deu início ao encerramento de hospitais, maternidades de proximidade, centros de saúde e escolas. Assaltou, cortando a eito todos os direitos sociais aos trabalhadores sem excepção. Foi com os funcionários públicos, com os professores, com as polícias, com os médicos, com os juízes e etc. etc. etc.. Prometeu durante a campanha que respeitaria os direitos das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira e foi o que se viu, deu tudo ao Governo de César dos Açores que é da mesma cor política e, à Madeira só por que é do PPD/PSD lançou um garrote financeiro até 2014.
Onde é que está no Governo de Sócrates a vertente social do estado? Existe sim, o anti-social do estado à nação portuguesa! Ainda a pouco na televisão o (des)governo do meio-engenheiro Sócrates anuncia que, até o subsídio de funeral e outras regalias sociais serão cortadas a partir deste mês de Maio.
Mas, o trabalhador tudo suporta até que um dia o ”galo vai cantar”. Este governo se se perdurar até ao fim desta legislatura o povo português vai bater no fundo do poço como já está a sentir roçar!
Eis portanto o presente de 1.º de Maio ao trabalhador dado por este governo. É uma afronta constante e permanente!!!
É caso para perguntar e, como diz o cartaz. Ainda acredita?

Etiquetas:

11 Comments:

Blogger Miguel said...

Quando o PSD lá esteve também não fez melhor.

terça-feira, maio 01, 2007 8:07:00 da manhã  
Blogger soslayo said...

Ó Miguel:

Mas nunca fizeram isto: "As comparticipações pagas pelos vários serviços sociais da Administração Pública em despesas de saúde e os subsídios de funeral, nascimento e materno-paterno infantil vão acabar amanhã." E para não referir que escondem com estas medidas, outras mais ambrangentes que chegará todos os trabalhadores, tanto do público como do privado. Na Bélgica o meu caro está concerteza bem mais seguro neste campo e noutros, o que não lhe causa preocupação. Um abraço.

terça-feira, maio 01, 2007 10:29:00 da manhã  
Blogger soslayo said...

Só mais uma coisa ó Miguel:

Nunca em tempo algum com outro qualquer Governo chegou-se a esta miséria social!!! Segundo o socialismo de Sócrates e, por parâmetros estabelecidos por ele, hoje em dia a tal "Perspectivas de vida" um indivíduo trabalha até morrer e, quando isso acontecer se a família não tiver dinheiro para o funeral é sepultado numa 'vala comum' embrulhado num lençol'. Viva o xuxalismo de Sócrates!!! Nunca ninguém foi tão longe... Um abraço.

terça-feira, maio 01, 2007 10:54:00 da manhã  
Blogger Ana S. said...

Pois é Soslayo, o quase engenheiro Socrates faz tudo o que lhe apetece e segundo as sondagens continua na frente! (vai-se lá saber como).
O pior mesmo é que ainda falta muito tempo para eleições porque já chega de ter um mentiroso no poder :(
beijos

terça-feira, maio 01, 2007 11:44:00 da manhã  
Blogger Desambientado said...

Bom dia do trabalhador.

A música é espectacular.

Respondendo à sua questão, do award, tenho entendido que cada vez que se é nomeado se deve nomear outros.

Considerando que há poucas formas de distinguir o trabalho que se faz na blogosfera e que este não passa despercebido, entendi aderir a essa corrente. Para mim tornou-se uma forma pessoal de agradecimento pelas ideias partilhadas, pelas notícias, pelos desafios e pela simpatia. Foi por isso que o nomeei para um desses Awards.

Cumprimentos

Félix

terça-feira, maio 01, 2007 2:34:00 da tarde  
Blogger Um Poema said...

O que me espanta, no que respeita aos políticos é constatar que há gente que teima em comparar o que não é comparável.
Quando o PSD lá esteve COM MAIORIA ABSOLUTA, fez muito, mas MUITO melhor, embora tenha feito muito, mas mesmo MUITO pouco, se tivermos em conta que os licenciados de então não vinham da U.I..

Não há cego mais cego do que aquele que não quer ver.
Políticos, se fossem bons, trabalhavam. Não viviam à nossa custa.

Um abraço

terça-feira, maio 01, 2007 10:29:00 da tarde  
Blogger JSilvio said...

Com isto tudo..o trabalhador é que sofre... :(
é trabalhar para dar ao estado...

quarta-feira, maio 02, 2007 12:43:00 da tarde  
Blogger Nádia Bonani said...

é um absurdo oque o mundo aplica de impostos em seus cidadões!!!
Me revolta!!!
Por que ai temos de nos privar de ter uma vida melhor para pagar impostos!!!!
por isso Chega de impostooo!!!!
bjus.
Passei aqui para te desejar uma linda semana cheia de paz*
bjus.
Nádia.

quarta-feira, maio 02, 2007 5:36:00 da tarde  
Blogger pisconight said...

O verdadeiro problema do país foi ter feito uma revolução (25 Abril) sem punir os culpados... ou seja, neste momento pode-se roubar, pode-se enganar, pode-se ter sacos azuis, pode-se maltratar crianças, pode-se tudo e mais alguma coisa, que o resultado é sempre o mesmo, LIBERDADE!!!

É triste, mas verdade. Um político que faça merd* durante o seu trabalho (seja a governar o país ou cidade ou junta de freguesia) é retirado desse cargo e dá-se outro que por vezes ainda é melhor...

É mesmo muito triste...

A segurança social está a arrebentar pelas costuras porque os merd*s dos políticos e do pessoal dos altos cargos ganham rios de dinheiro de reformas para as quais não descontam...

POdia continuar, mas já chega...

Um abraço.
;)

quarta-feira, maio 02, 2007 6:53:00 da tarde  
Blogger antónio paiva said...

................

Amigo,

tinha deixado aqui um comentário, mas pelos vistos não aparece, vou tentar reproduzi-lo


que quem se sinta injustiçado nunca se cale, pois é essa a essência da democracia

que saibam os homens e mulherem de bem, viver com as suas convições, mas de forma harmonizada, respeitando-se, mas infelizmente não é o que acontece

mas na verdade, na verdade, o que me apetece mesmo, com toda a sinceridade, é deixar um franco:

Abraço e desejo de um Bom Dia

quinta-feira, maio 03, 2007 10:28:00 da manhã  
Blogger Entre linhas said...

È a primeira vez que passo por aqui,li e reli o texto,gostei.
O 25 de Abril foi só para alguns,porque a verceira liberdade não existe.
Existe a liberdade só para a maioria dos políticos fazerem o que apetece...

Bjs zita

quinta-feira, maio 03, 2007 5:10:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home





contador