segunda-feira, janeiro 30, 2006

NASCE-SE POETA

Foto do meu amigo MANU - PHOTOS - France
Da voraz vontade de se crescer por dentro,
No derradeiro moinho entrelaçado do tempo
Sem que nada atinja o firmamento
Da equidistância do alvorecer do vento.

Por penumbras alheias e medo exaurido,
Da oportunidade sentida e quase escondido
Do desejo e do medo em não ser compreendido
Do gozo e olhar daquele a quem partilho.

Se poesia é cultura, a quem pertence a literatura?
Aos que comandam naves enfurecidas pela disputa?
Dos beirais das casas submersas em quadratura
Pintadas de amarelo, verde e quintais de verdura.

Das pedras cinzentas desgastadas pelo uso
Das flores queimadas pelo sol que sempre arde
Dos gentios imensos que constroem cada fuso
No fundo, da massa assafiada sem alarde.

Mateus Gouveia
07/05/2005

12 Comments:

Blogger Luís Monteiro da Cunha said...

A quem poderá pertencer... senão a ti, a mim, a todos aqueles que se dignaram decifrar esses hieroglifos a que chamamos letras e nelAs conseguem ver núvens, querubins, sol, dor, e a palavra mais ousada por não se ver, apesar de se ler: AMOR e até... infâmia das infâmias... as vivem e vibram... estes seres são loucos, não são? lol

Abraço caro amigo

terça-feira, janeiro 31, 2006 8:39:00 da manhã  
Anonymous Magia said...

Ser poeta é levantar voo, tocar as estrelas e transformar o seu brilho em palavras...tu tens esse dom!Encantamentos mil

terça-feira, janeiro 31, 2006 12:00:00 da tarde  
Anonymous Perfect Woman said...

Ser poeta é saber além de tudo escolher as palavras...
jinhos ternos

terça-feira, janeiro 31, 2006 2:40:00 da tarde  
Blogger Sofes said...

Olá, vim agradecer a solidariedade e conhecer o teu cantinho.
Gostei muito, irei decerto regressar muitas vezes...
S

terça-feira, janeiro 31, 2006 6:46:00 da tarde  
Anonymous Manu said...

Se a cada foto nos escreves lindas palavras como estas, tem cuidado vais receber uma todos os dias.Obrigado amigo por nos dares estes momentos de qualidade.
A@+

terça-feira, janeiro 31, 2006 8:07:00 da tarde  
Blogger Malae said...

Querido amigo! Aqui estou eu de volta! :D Obrigada pelas lindas palavras e pela amizade. Não imaginas o alento que foram naqueles dias dificeis. Nunca esquecerei este Gesto! =)

E agora é tempo de voltar a perder-me na beleza dos teus posts! Tal como é este. A poesia está na capacidade de pôr-mos os sentimentos na ponta de uma caneta e deixá-los fluir sem os prender!

Beijinhos muito grandes,
Malae******************

terça-feira, janeiro 31, 2006 10:11:00 da tarde  
Blogger JSilvio said...

tenho q aprender a escrever poemas..
pode ser q assim os possa interpretar melhor..
tem uns que nao percebo nadinha..embora os ache bem escritos =)

:P

um abraço

terça-feira, janeiro 31, 2006 11:37:00 da tarde  
Blogger Nanda said...

Gostei!
Tu nasceste Poeta, ÉS um Poeta!
um beijinho

quarta-feira, fevereiro 01, 2006 12:46:00 da tarde  
Anonymous Poison Girl said...

Pronto estou de volta! Quando nasce-se poeta, morre-se poeta. A literatura pertence a quem sabe dar bom uso dela. Quando for grande tambem quero escrever assim! beijinhos

quarta-feira, fevereiro 01, 2006 5:04:00 da tarde  
Anonymous Perola said...

Sim, talvez se nasça poeta. Com muita pena minha, que adoro poesia, mas não tenha essa magia de dizer tudo e nada dizer!... Gostei do que li.

quarta-feira, fevereiro 01, 2006 6:32:00 da tarde  
Blogger Desambientado said...

Lindo este poema...

quarta-feira, fevereiro 01, 2006 10:12:00 da tarde  
Anonymous soslayo said...

Bufagato, a vida é em si já uma loucura. Não é necessariamente preciso ser-se louco, mas um pouco ajuda...

Magia, ser-se poeta é um pouco ter a desenvoltura que tens no que escreves em teu blog! Sai...

Perfect Woman, Poeta é dizer-se o que a mente e o coração sente!

Manu, sempre irei ao teu blog ver as excelentes fotos que publicas da Região onde vives e a mais linda de França.

Malae, sê bem-vinda e subscrevo o que dizes.

Maxikeiro, Para ser Poeta não é necessário mais do que ter Alma e Espaço. Tenta e verás.

Nanda, obrigado amiga. São os teus olhos generosos.

A Poison Girl, não precisas ser grande, porque já vais no bom caminho! Observa-te...

Pérola, digo-te o mesmo que disse ao Maxikeiro.

Desambientado, Obrigado.

quarta-feira, fevereiro 01, 2006 11:25:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home





contador